Muitas empresas buscam a liderança de mercado dentro do seu segmento, digo muitas e não todas pois conheço alguns empreendedores que preferem se manter na zona de conforto a competir por mais clientes. Não farei juízo de valor acerca desta postura, até porque prefiro falar daquelas empresas que buscam ser líderes na sua indústria.

Ser líder de mercado não significa, apenas, ter mais clientes ou mais faturamento que as concorrentes. Além disso, pressupõe que a líder de mercado seja verdadeiramente um exemplo. Um exemplo no relacionamento com clientes, com o mercado e com as comunidades impactadas por seu negócio.

Essas são responsabilidades intrínsecas ao papel de líder, mas que muito raramente são vistas nas empresas que estão nesta posição. A GoDaddy é uma positiva exceção a esta regra. Uma empresa que entendeu com o passar dos anos seu papel de líder mundial em seu segmento, e que usa a força da sua voz para promover a igualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho, em especial nas empresas de tecnologia.

Blake Irving, GoDaddy CEO, participou como Produtor Executivo do documentário CODE: Debugging The Gender Gap. O objetivo da produção é motivar mulheres a entrar para a área da programação. De acordo com Robin H Reynolds, diretor do filme, até 2020 existirão 1 milhão de empregos não preenchidos na área de tecnologia.

No início deste mês a GoDaddy se comprometeu, durante um evento na Casa Branca, com paridade nos salários de homens e mulheres exercendo a mesma função. Uma auditoria será feita para identificar possíveis gaps e os resultados serão publicamente divulgados em Outubro. Isso mostra o quanto esta questão é levada a sério.

Em 2015, 39% das posições em áreas de engenharia/programação foram preenchidas por mulheres, um enorme salto frente aos 14% de 2014.

Ser líder de mercado significa motivar pessoas a transformar o mundo através de ações positivas, é isso que fazemos na GoDaddy.

Orgulhosamente parte do Time GoDaddy!

Cristiano Mendes

 

Receba minha newsletter com novos artigos!